°°°°°°°°°°°minha3.jpg°°°°°°°°°°°° ImageChef Custom Images

terça-feira, 27 de outubro de 2015

"Amar é ter um pássaro pousado no dedo. Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que, a qualquer momento, ele pode voar” (Rubem Alves)




"Duvida da luz dos astros,
De que o sol tenha calor,
Duvida até da verdade,
Mas confia em meu amor."
(William Shakespeare)




 
Fazer Você Sentir Meu Amor
(Make me feel my love - Adele)
 
Quando a chuva estiver soprando no seu rosto
E o mundo todo depender de você
Eu poderia te oferecer um abraço caloroso
Para fazer você sentir o meu amor
Quando as sombras da noite e as estrelas aparecerem
E não houver ninguém lá para secar suas lágrimas
Eu poderia te segurar por um milhão de anos
Para fazer você sentir o meu amor
Eu sei que você não se decidiu ainda
Mas eu nunca te faria nada de errado
Eu sei desde o momento que nos conhecemos
Não há dúvida na minha mente de onde você pertence
Eu passaria fome, eu ficaria triste e deprimida
Eu iria me arrastando avenida a baixo
Não, não há nada que eu não faria
Para fazer você sentir o meu amor
As tempestades estão violentas sobre o mar revolto
E sobre o caminho do arrependimento
Embora ventos de mudança tragam entusiasmo e liberdade
Você ainda não viu nada como eu
Eu poderia te fazer feliz, tornar os seus sonhos realidade
Nada que eu não faria
Vou ao fim da Terra por você
Para fazer você sentir o meu amor.




Make You Feel My Love
-Adele-
 
When the rain is blowing in your face
And the whole world is on your case
I could offer you a warm embrace
To make you feel my love
When the evening shadows and the stars appear
And there is no one there to dry your tears
I could hold you for a million years
To make you feel my love
I know you haven't made your mind up yet
But I would never do you wrong
I've known it from the moment that we met
No doubt in my mind where you belong
I'd go hungry, I'd go black and blue
I'd go crawling down the avenue
No, there's nothing that I wouldn't do
To make you feel my love
The storms are raging on the rolling sea
And on the highway of regret
Though winds of change are throwing wild and free
You ain't seen nothing like me yet
I could make you happy, make your dreams come true
Nothing that I wouldn't do
Go to the ends of the Earth for you
To make you feel my love





Adele Laurie Blue Adkins, MBE (Londres, 5 de maio de 1988) mais conhecida como Adele,
é uma cantora, compositora e multi-instrumentista britânica nascida em Tottenham, Londres
e criada no sul da cidade. Ela foi a primeira artista a receber o prêmio Critics Choice do
BRIT Awards e foi nomeada "Artista Revelação", em 2008, pelos críticos da BBC.
Vencedora de dez Grammy Awards, quatro BRIT Awards, um Golden Globe Award e um Oscar, ela alcançou o auge da carreira ao lançar o álbum 21, com o qual bateu vários recordes
e dominou as paradas de sucesso dos Estados Unidos e Reino Unido, com o single "Rolling In The Deep".
O sucesso fez Adele receber várias menções no Guiness Book, por ser a primeira mulher a ter ao mesmo tempo, dois singles ("Rolling in the Deep" e "Someone Like You") e dois álbuns (19 e 21) simultaneamente no top 5 das paradas britânicas, fato esse, que só a banda The Beatles tinha alcançado em 1964.
Ela sendo a primeira artista a vender mais de 3 milhões de cópias de um álbum em um ano no Reino Unido e depois com o terceiro single do álbum, "Set Fire to the Rain", Adele se tornou a primeira artista da história a liderar a Billboard 200 consecutivamente três vezes no n.° 1. Adele também superou recordes de cantores como Michael Jackson, Whitney Houston, Madonna e Beyoncé.
Em 2008, Adele gravou "Make You Feel My Love" para seu álbum de estreia 19.
Foi lançado como quinto single do álbum em novembro de 2008, tanto em CD e vinil, atingindo um máximo de #26 sobre o oficial UK Singles Chart.
As maiores vendas da gravação de Adele, no entanto, veio durante 2010.
Depois que a canção foi a sétima série do The X Factor, o concurso de música da
televisão britânica reentrou nas paradas, chegando a #24.
A canção, em seguida, subiu para #4 depois que ela foi relançada.
Em janeiro de 2013, a rádio Heart listou a gravação de Adele como a música número um do Reino Unido de todos os tempos no seu Hall da fama do Top 500.


notanotanota


http://www.dontstopthemusic.com.br/Musicas/Blues_Jazz/Adele/Make_you_feel_my_love_MS.mid


notanotanota



Amar!
 
Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente
Amar! Amar! E não amar ninguém!
Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!
Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!
E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...
(Florbela Espanca)
 
 
 
EU TE AMO
 
Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir
Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir

Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir

Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu

Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu

Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair

Não, acho que estás só fazendo de conta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir
(Chico Buarque)
 
 
 

"...E a emoção do nosso amor
Não dá para ser contida
A força desse amor
Não dá para ser medida
Amar como eu te amo
Só uma vez na vida."
(Roberto Carlos)
 
 
 
 
 

domingo, 4 de outubro de 2015

"Não fui o que os outros foram...Não vi o que os outros viram...Mas por isso, o que amei...amei sozinho." (Edgar Allan Poe)


Sozinho outra vez (naturalmente)
(Alone Again -Michael Bublé/Dianna Krall)
 
Daqui a pouco
Se eu não estiver me sentindo menos amargurado
Eu prometo me recompensar
E visitar uma torre próxima
E depois de subir até o topo iriei pular
Num esforço para mostrar claramente
Como é que é quando você está despedaçado
Deixado esperando no altar da igreja
Onde as pessoas diziam: "Meu Deus, que dureza
Ela o abandonou"
Não tem sentido em ficarmos
Podemos ir pra casa
Como eu fiz
Sozinho outra vez, naturalmente
E pensar que ontem mesmo
Eu era contente, radiante e alegre
Esperando ansioso pelo "melhor do que bom"
O papel que eu estava prestes a desempenhar
Mas como se para me derrubar
A realidade aconteceu
E sem alarde, com um mero toque
Me cortou em pedacinhos
Me deixando a duvidar
Fale de Deus e Sua misericórdia
Ou se Ele realmente existe
Por que Ele me abandonou em minha necessidade
Eu estou realmente sozinho de novo, naturalmente
Parece-me que há mais corações
Partidos nesse mundo que não podem ser consertados
Desamparados
O que nós fazemos? O que nós fazemos?
Sozinho outra vez, naturalmente
Agora rememorando ao longo dos anos
E do que mais apareça
Eu me lembro que chorei quando meu pai morreu
Nunca desejando esconder as lágrimas
E aos sessenta e cinco anos de idade
Minha mãe, que descanse em paz
Não podia entender por que o único homem
Que ela amou lhe foi tirado
Deixando-a para recomeçar com um coração tão quebrado
Mesmo com meu apoio
Nenhuma palavra jamais foi dita
E, quando ela se foi
Eu chorei e chorei o dia todo
Sozinho outra vez, naturalmente
 


Alone Again ( naturally)
(Michael Bublé/Dianna Krall)

In a little while from now
If I'm not feeling any less sour
I promise myself to treat myself
And visit a nearby tower
And climbing to the top will throw myself off
In an effort to make it clear to who
Ever what it's like when you're shattered
Left standing in the lurch at a church
Where people saying: "My God, that's tough
She's stood him up"
No point in us remaining
We may as well go home
As I did on my own
Alone again, naturally
To think that only yesterday
I was cheerful, bright and gay
Looking forward to well wouldn't do
The role I was about to play
But as if to knock me down
Reality came around
And without so much, as a mere touch
Cut me into little pieces
Leaving me to doubt
Talk about God and His mercy
Or if He really does exist
Why did He desert me in my hour of need
I truly am indeed alone again, naturally
It seems to me that there are more hearts
broken in the world that can't be mended
Left unattended
What do we do? What do we do?
Alone again, naturally
Now looking back over the years
And whatever else that appears
I remember I cried when my father died
Never wishing to hide the tears
And at sixty-five years old
My mother, God rest her soul
Couldn't understand why the only man
She had ever loved had been taken
Leaving her to start with a heart so badly broken
Despite encouragement from me
No words were ever spoken
And when she passed away
I cried and cried all day
Alone again, naturally
 

"Alone Again (Naturally)" é uma canção do cantor e compositor Gilbert O'Sullivan.
Foi lançado em 1972. No total, o single passou seis semanas, não consecutivamente,
em # 1 no Estados Unidos Billboard Hot 100 de singles chart. Billboard classificou-o como a canção para 1972.
Em Casey Kasem 's americano' Top 40 da década de 1970. 
Alone Again (Naturally) "classificado como o quinto canção mais popular da década.
Também passou seis semanas no número um na Easy Listening gráfico. 
A faixa alcançou a posição # 3 no UK Singles Chart.




Michael Bublé
Michael Steven Bublé é um cantor, compositor, ator e comediante canadense. Ele ganhou vários prêmios, incluindo quatro Grammy e dez Juno Awards.
Seu álbum homônimo de estreia, de 2003, alcançou o Top 10 no Canadá, Reino Unido e Austrália



Diana Krall
Diana Jean Krall é uma popular cantora e pianista canadense de jazz.

notanotanota


http://www.dontstopthemusic.com.br/Musicas/Internacionais/0_Hit_Parade/Michael_Bublé_ft_Diana_Krall_-_Alone_Again_MS.mid

notanotanota



Sozinho
Caetano Veloso
Compositor: Peninha
 
Às vezes no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordado
Juntando o antes, o agora e o depois
Por que você me deixa tão solto?
Por que você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinho
Não sou nem quero ser o seu dono
É que um carinho às vezes cai bem
Eu tenho os meus segredos e planos secretos
Só abro pra você, mais ninguém
Por que você me esquece e some?
E se eu me interessar por alguém?
E se ela de repente me ganha?
Quando a gente gosta
É claro que a gente cuida
Fala que me ama
Só que é da boca pra fora
Ou você me engana
Ou não está madura
Onde está você agora?
 
 

Sozinho
Edgar Allan Poe
 
Desde a infância eu tenho sido
Diferente d'outros – tenho visto
D'outro modo – minhas paixões
Tinham uma outra fonte e
Minhas mágoas outra origem -
No mesmo tom não despertava
O meu coração para a alegria -
O que amei – eu amei só.
Então – na infância – a aurora
Da vida atormentada – estava
Em cada nicho de bem e mal
O mistério que me prendia -
Da correnteza, da fonte -
Da escarpas rubras do monte -
Do sol que me rodeava
Em pleno outono dourado -
Do relâmpago nos céus
Quando sobre mim passava -
Do trovão, da tormenta -
E a nuvem tem a forma
(Quando o resto do céu é azul)
D'um demônio aos meus olhos.
 
 
 
 
"A maior solidão é a do ser que não ama.
A maior solidão é a dor do ser que se ausenta,
que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.
A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo,
o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.
O maior solitário é o que tem medo de amar,
o que tem medo de ferir e ferir-se,
o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo.
Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno.
Ele é a angústia do mundo que o reflete.
Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção,
as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio,
semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre."
Vinicius de Moraes
 
 
Solidão
Sandra de Sá
 
Solidão, dá um tempo e vá saindo,
de repente eu tô sentindo,
que você vai se dar mal. 
Solidão, meu amor está voltando,
daqui a pouco está chegando,
me abraçando todo meu, meu, meu... 
A solidão é nada
você vem na hora errada em que eu não te quero aqui 
Que solidão que nada,
eu preciso é ser amada,
eu preciso é ser feliz 
Solidão, ele disse que me ama,
se amarrou em mim na cama me levou até o céu, céu...